17.4.09

blá.

me privei de música por hoje. estou em vias de fazer a maior bosta da minha vida, ou finalmente consertá-la. finja que não leu.
como assim dá para sentir falta de algo que nunca existiu além da imaginação? como dá para sentir angústia de lembrar do que você não teve? como dá para se sentir mal por ter sido tirado do seu mundinho imaginário perfeito? como dá para preferir o seu mundinho à realidade? como dá para olhar para o que você não teve e desejar ter tudo de novo? como dá para querer ter tudo de novo, mesmo sabendo que nunca foi real? como dá para querer continuar tentando? como dá olhar para aqueles olhos e imaginar o que eles se tornariam? como dá para mudar o sentimento de conforto para mágoa, sofrimento e auto-tortura? como dá para prometer que nunca mais vai fazer de novo? como dá para fazer de novo logo depois de prometer que não o faria? como dá para destruir tudo? como dá para parar de acreditar nas coisas que você acreditava de um segundo para o outro e, depois de dois segundos, acreditar em tudo de novo? como dá para insistir em tudo isso sabendo que não vai adiantar de coisa alguma? como dá para ter orgulho de tudo o que aconteceu, quando você só se fodeu e isso não é mérito para você? como dá para falar que não faria nada diferente, quando, na verdade, você queria continuar o mesmo de anos atrás, antes da bosta começar? como dá para não querer que tudo tenha acontecido, se tudo se compilou de uma forma tamanha e ardilosa para que assim o fosse? como dá para sofrer muito mais do que não sofrer? como dá para se acostumar com o sofrimento e realmente gostar dele? como dá para gostar de algo que te faz mal? como dá para tentar resolver tudo tentando voltar a quando tudo começou? como dá para acreditar que isso possa ajudar em alguma coisa? como dá para continuar vivendo desse jeito? como dá para desejar morrer com todo afinco que lhe resta? como dá para não morrer com tanta vontade assim? como dá para querer continuar? como dá para não parar de tentar? como dá para não ter fome por meses? como dá para se aproveitar dessa situação pseudo-anoréxica para emagrecer tudo que você sempre quis emagrecer? como dá para ficar orgulhosa de se olhar ao espelho sabendo o motivo de você ter recuperado várias roupas virtualmente perdidas porque você jamais emagreceria para entrar nelas? como dá para fumar frenticamente e compulsivamente para tentar desenvolver um câncer mortal? como dá para acreditar que você teria morrido no mês passado? como dá para continuar acreditando que um dia vá dar certo? como dá para ter esperança quando todos os estímulos são negativos e sacanas? como dá para não se entregar desse jeito? como dá para não ligar o foda-se e mandar tudo à merda? como dá para ligar o foda-se se tudo é tão importante que lhe tira o sono? como dá para ter insônia quando você está muito cansado e boceja loucamente? como dá para não conseguir mais dormir direito? como dá para não conseguir dormir, e quando conseguir, não querer mais acordar? como dá para a melhor parte da sua vida ser a que você passa desacordado? como dá para não procurar um pisq-qualquer-coisa para ver se você tem jeito? como dá para pensar em procurar um pisq-qualquer-coisa para ver se ele lhe receita algum anti-depressivo só para misturar com álcool e ver se dá barato ou se você morre? como dá para falar isso para alguém com um tipo de ironia no ar, como se você não se importasse? como dá para não se importar? como dá para parar de sonhar e ser largado à mais horrível e cruel realidade? como dá para não entrar em desespero estando no meio de tudo e ao mesmo tempo fora? como dá para conseguir achar uma saída quando você é um rato burro que ainda não conseguiu entender o que o dono do laboratório quer de você? como dá para continuar indo atrás do queijo, pegando-o e levando choque toda vez? como dá para não aprender com os choques? como dá para não querer que alguém faça tudo isso parar, porque você já está ficando louco? como dá para pedir para parar quando, na verdade, você tá mesmo é gostando desse monte de bosta? como dá para ser masoquista a esse ponto? como dá para continuar sendo masoquista se tudo que você quer é que pare? como dá para pensar em publicar isso? como dá para continuar adicionando coisas com a esperança de ninguém ler? como dá para pensar que com uma visita depois de anos as coisas possam melhorar? como dá para pensar que isso é deliberadamente fruto de uma mente insana e doentia que achava que era sua dona? como dá para excluir as coisas boas que aconteceram só para pensar nessa teoria insana? como dá para contar hoje a coisa para única pessoa a quem você tinha medo de contar há quatro anos atrás? como dá para um despretensioso feliz aniversário se tornar nesse martírio? como dá para pensar que o feliz aniversário foi despretensioso? como dá para ter essa mente louca que bola planos mirabolantes que não fazem sentido pra ninguém, nem para você mesmo? como dá para colocar esses planos em prática e ainda ficar orgulhoso deles? como dá para apostar todo o resto de nada que você tem numa rodada em que você está blefando abertamente? como dá para ver se uma conversa pode melhorar as coisas? como dá para desconfiar de alguém que te amou e que continua te amando intensamente? como dá para ter medo dessa pessoa? como dá para não ter medo dessa pessoa? como dá para tentar buscar respostas para as perguntas que você nem sabe fazer? como dá para reatar algo que você conseguiu se livrar de forma incrível e astuta sem maiores problemas aparentes? como dá para achar que a maldição que se aplica à sua vida é resultado dessa fuga astuta? como dá para não ficar louco com tudo isso? como dá para não gostar da menina esperta que não dá a mínima para você? como dá para não tentar fazê-la feliz mesmo sabendo que isso é patético e deprimente? como dá para pensar remotamente em publicar isso só para ter o prazer que ninguém vai chegar a o ponto de ler até essa frase, e que se chegar ao ponto, vai comentar só porque você disse qeu não chegaria? como dá para pensar em publicar isso? como dá para tentar ser intimista quando você tem aversão a isso? como dá para escrever tudo isso às quatro da manhã de um dia que você acordou cedo para trabalhar? como dá para fazer a loucura e voltar lá? como dá para se preocupar com todas essas coisas ao mesmo tempo? como dá para se achar o máximo quando você não é nada além de um bostinha aspirante a qualquer coisa? como dá para continuar sendo patético acreditando que algo ainda vá dar certo para você? como dá para ficar assim? como dá para pensar que se você colocar a letra da mesma cor do fundo ninguém vai notar o espação branco e resolver selecionar o texto? como dá para pedir que ninguém fale nada? como dá para pedir aos outros que finjam que não leram só para você se sentir melhor consigo mesmo e com a sua mediocridade? como dá para tentar resolver essas coisas, quando elas não tem solução?

medo.

7 comentários:

Ju disse...

*MEDO*

Conta TUUUUUUUUUUUDO depois!

BobZeeLa disse...

quero saber!!! o que é???? vou entrar no msn só pra fofocar com vc... *_*

Sabrineeee GanchooO!! disse...

o q vc vai fazer porra?? Oiia... Juizo coisa!

nao se esqueça, eu te amo!

Mari. disse...

curiosa fiquei e curiosa estou.
me conta depois?

Edilson Marques disse...

http://faculty.jmc.ksu.edu/gould/Academic/classes/campaigns/greatcampaigns/images/04_nike_justdoit/campaign_nike.jpg

BobZeeLa disse...

Estou ansiosa para ver!!! (hohohoh)

Luli disse...

Jo, estamos fazendo uma tabela com os horários disponíveis do pessoal do colegio, pra quem sabe futuramente acontecer o nosso encontro rs

vc trabalha q horas?sai que horas? faz mais outra atividade?qual?a que horas costuma ir ao banheiro?rs brincaderinha, mas manda ai o horario que vc esta disponivel, vamo toma um chopp!!!