5.12.08

trabalho

o trabalho é uma merda. trabalhar é uma merda.como meu sábio primo já disse um dia, se fosse algo bom, não te dariam dinheiro para fazê-lo.

o que é estranho é que todas as vezes em que eu estive destruída, acabada, fodida, ida ada ada ida, foi o trabalho o que me ajudou a me levantar e a superar/melhorar.

não sei o que aquelas pragas burras fazem comigo, mas eu tenho a sensação de que eles me ajudam quando eu preciso. é piegas e clichet falar isso, mas talvez seja a mais pura verdade. nada como uma aula bem dada ou uma piada idiota de alguém para largar todas as coisas ruins e preocupações porta afora. eu estava super bem hoje, na raivinha básica de: "a vida é uma merda, nunca mais vou fazer nada desse tipo de novo e se deus não me matar em breve ele vai ver que o diabo era fichinha", daí uma ligação muda completamente meu humor, é incrível como certos hábitos nunca deixam de existir. daí toda a raivinha virou tristeza. perdi a vontade de fazer toda e qualquer coisa, mas temos que trabalhar. o circo não pode parar and the show must go on. entrei em sala. aulas maravilhosas. não só por minha causa, grande parte do crédito vai para meus burricos preferidos. o fato é que eles me animaram, saí das últimas aulas bem como se nada tivesse acontecido. é lógico que o efeito passa com o tempo, mas fuciona melhor que lítio. (não que eu já tenha experimentado, mas sempre serve de base científica para provar algum tema)

o que é mais legal dessa relação professor - alunos é que é uma reação de dupla troca. quando eu estou bem e alguns deles mal ou estressados, são eles que saem mais leves da sala de aula. é um tanto mágico essa coisa que eu consegui criar. fazer parte do meu trabalho ser terapia, tanto para mim, quanto para eles. isso é bonito e é isso que eu gosto no meu trabalho. mudar as vidas dos meus burricozinhos todas as vezes que eles entram na minha aula.

estranho é eu começar a escrever esse punhado de palavras e vir uma das minhas alunas mais inteligentes falar comigo no mensageiro. dei aula para ela há anos e ela ainda lembra de mim. é gratificante.

meu trabalho é uma merda, mas pelo menos uma parte salva.

3 comentários:

Layana Lossë disse...

ahhh que bom, jo!
você RECEBE pra fazer terapia!

geralmente, quando as coisas tão ruins, o meu trabalho só fode com tudo de uma vez.
algumas (poucas) vezes acontece alguma coisa legal, tipo: reunião com aula de teatro, ou alguém deixa um bombom ou um bloquinho colorido de presente na minha mesa.

:)

Eliude disse...

vc esqueceu de dizer que na "merda" do seu trabalho, vc encontra "lírios" como EU, seu coleguinha que te ama e quer te ver sempre feliz e que tbm fica tristequando vc tá de biquinh!!! heheheheh

Eu heart você!!!

DilmarX disse...

E quem disse que seres humanos não são uma boa terapia? Use sem moderação.