8.9.09

moral da história

estava a andar por um campo minado numa tarde de domingo ensolarada. dei um passo. click. "merda, vou perder minha perna". BOOOOOOOOM!!! voei alguns metros, legal, economizei uns passos. peguei meu cinto num ímpeto de sobrevivência e manufaturei um torniquete para não sangrar até secar. torniquete feito, tive que andar, ou melhor, pular até sair desse campo minado e conseguir ir até o hospital. no primeiro pulo, click. "merda, outra bomba. deveria ter me arrastado..." BOOOOOM!!! voei mais alguns metros e saí do campo minado. peguei um cipó para fazer outro torniquete e conseguir ajuda antes de todo meu sangue esvair-se pelo meu recém adquirido cotoco. eu consegui chegar ao hospital depois de me arrastar por cinco dias e hoje estou vivo.

moral da história: às vezes perdemos as duas pernas para continuarmos vivos. o segredo é só não se importar com piadas de pessoas cotocas depois de ter que se arrastar por aí sem pernas. vendo pelo lado bom, você ainda pode falar que é um tipo de herói de guerra e conseguir piedade alheia.

5 comentários:

Praguejento disse...

hahaha

adorei!!!

Sabrineeee GanchooO!! disse...

AMEI AO CUBO DO QUADRADO DO INFINITO!!!!!
MARAVILHOSOOOO!!!
^^

Amor, dá uma olhada no meu ultimo post cara... dá uma olhada... tipo... 'peguei nojinho'...nuessa...peguei msm cara...dá uma lida lah!

amo vc!

saudades!

BeijonesS!

BobZeeLa disse...

hiaushaiuhsiauhsiuah!

quando eu li a segunda linha pensei: "pelo menos vc AINDA não é cadeirante!"

Mariana N. disse...

menine, ri alto com este post. adorei mesmo!

Edilson Marques disse...

Isso me lembra a história da Joana, a Tartaruga:

http://www.roqueealfredo.com.br/animacoes/13joana.htm