25.5.09

não entregue

"precisei tanto de você ontem à noite... onde você estava? na verdade, eu preciso muito de você sempre. você me dá estabilidade, é como se você fosse meu contra-peso. sem você eu sou um helicóptero sem a hélice de trás, que voa em círculos e se espatifa no chão depois de um tempo. onde você está agora que não está aqui, perto de mim? estou me espatifando de novo...

você também me direciona, você consegue, com uma frase tirar, todas as minhas dúvidas de onde eu devo chegar. me dá a serenidade para conseguir fazer a viagem sem me perder. você é minha bússola, meu contra-peso, onde você está que não do meu lado? eu sei que eu estou no caminho errado de novo...

você consegue tirar o melhor de mim. eu sou como uma pedra preciosa toda disforme e você é como o ourives que a lapida para que ela chegue ao seu melhor. você faz minhas qualidades crescerem e meus defeitos diminuírem. eu fico mais bonita perto de você. e cadê você aqui perto de mim? estou engordando de novo e ficando cheia de espinhas.

eu sei que eu preciso mais de você do que você de mim, você também sabe disso. não é nem que eu precise mais de você, derradeiramente, só são necessidades diferentes. é que as suas parecem ser muito mais fáceis de serem supridas do que as minhas. então eu espero que você não ache mais ninguém que possa lhe suprir o que você precisa, porque senão eu vou ficar sem rumo, sem balanço, sem beleza.

ontem à noite foi tão difícil... precisava de alguém para me dizer que tudo estava indo bem e dentro do planejado. precisava de alguém para me preencher, tirar o vazio que deixaram aqui, recolocar os produtos nas prateleiras do supermercado, precisava de alguém que fizesse carinho na minha bochecha até eu dormir. você me completa, você é a peça que faltava do quebra cabeça, a peça central que sumiu logo que a caixa foi aberta, e que ficaram procurando por anos.

não digo que eu sem você sou ninguém, porque sou alguém, e alguém interessante até. mas eu sem você sou incompleta, indiferente, insípida. preciso de você para me guiar, para me balancear e para me motivar para que eu consiga fazer o que eu tenho que fazer. você é meu combustível. onde que você estava ontem à noite? passei a madrugada parada numa esquina de um cruzamento deserto sem gasolina..."

ela envelopou e fechou a carta curta que ela nunca entregaria ao destinatário. o porquê de ela não entregar? ela queria entregar pessoalmente, e isso ela não poderia fazer naquele momento.

7 comentários:

BobZeeLa disse...

cartas não entregues... joguei as 10 que eu tinha no lixo sexta-feira

Sabrineeee GanchooO!! disse...

Hummm...
preciso me livrar de algumas cartas q não enviei...
a pessoa do coment´s acima me deu a luz...jogar fora é o q liga!!
^^

Luli disse...

Adoro escrever, o que não adoro muito é entregar rs
eu tenho cartas que não entreguei guardadas da época do colégio, e eu acho bizarricimas todas elas! rs
JojO, meu niver está chegando aceito sugestões de comemoração o que vc me sugere?
=)
beijao ótima semana pra todas nós!

aline disse...

bem aquilo 'com você meu mundo ficaria completo'

Ju disse...

não sei se estou bundona demais. but, esse foi tão lindo... tipo... ahhhhhhh, vc me entende!




...

Mari. disse...

Cara, que lindo...
Invejay.

Sabrineeee GanchooO!! disse...

Aê, já dá pra comentar no blog da Luli.
fica a dica [2]

eu te amo Jô!